quarta-feira, 11 de julho de 2012

PARA INSPIRAR, PENSAR E ASSISTIR: ESTILO É CRIAR A SUA PRÓPRIA MODA

Nossas roupas são complementos das nossas personalidades. A moda é uma linguagem que transmite exatamente aquilo que somos, por meio daquilo que escolhemos vestir. Moda, que vem do latim 'modus', significa 'modo', 'maneira'... Maneira de expressar arte, verdade, características, culturas, escolhas, opiniões,  sociedades, personalidades, IDENTIDADES. 

Ando pensando bastante nesses valores, assim como muitas pessoas do meio andam comentando em seus blogs, redes sociais, etc. Então, eu e minhas amigas da faculdade temos um grupo no face para compartilhar o besteirol da vida, marcar encontros e tal. Essa semana minha amiga Camila compartilhou um vídeo SENSA!  

Trata-se de um bate papo comandado por ninguém menos que a Julia Petit, com a participação de Caio Braz e da Priscilla Rezente (leia-se Blogueira Shame) pela web, que até dia desses vivia no anonimato, mas teve sua identidade escancarada. O vídeo termina abordando exatamente essa questão da padronização dos estilos, dos blogs, moda e tal. Super interessante!
P.s: se é que alguém não conhece a blogueira Shame, ela tem um blog de 'críticas' sobre blogs de moda.
Aproveitei e resolvi unir esse vídeo a um post que estava aqui nos meus rascunhos, onde preparei uma montagem com imagens de pessoas cheias de personalidade e estilos diferentes. Pra inspirar!

"Sou um apreciador dos opostos, das diferenças. Se fosse para eu apaixonar-me por uma pessoa em tudo parecida comigo, eu namoraria com o espelho."
Augusto Branco




Eu recomendo DEMAIS esse vídeo! É mais demorado que os que costumo indicar, mas arruma um tempinho aí e da o play. Vale a pena assistir: 



Achei a Shame meio desvirtuada no assunto, não sei se senti isso por achar que o som do skype tava ruim mesmo ela não tem bagagem suficiente para criticar blogs. Até já dei algumas risadas com o blog dela (não vou mentir pra agradar), mas também acho que a pessoa só pode gongar, se é que alguém tem esse direito, quando pode ser exemplo de algo. Enfim... Preguiça desse assunto que já ta mais que saturado.

No mais, só tenho a declarar a minha admiração pela Julia Petit, que sempre aplica muita propriedade naquilo que fala. E dizer que, apesar de escrever sobre tendências, postar looks do dia e tal, concordo que a padronização de estilos está se proliferando. Mas também acho que o defeito não é seguir tendências, como muitos falam por aí. Acho que tudo isso é reflexo da falta de toque pessoal. 


Uma coisa é você aderir a tendências, misturar com outras peças, aplicar sua personalidade na produção do seu look...Outra coisa é copiar a vitrine da marca tal, do catálogo da loja 'x' e querer inspirar as pessoas com o que já é obvio e passado.                                               
                                                 
Aprendi demais com esse tempo de 'blogosfera' e após meu curso de design de moda, mas isso não me torna melhor que ninguém, muito menos dona da razão. Mas aprendi a respeitar opiniões, estilos diferentes, aceitar críticas, etc. Já mudei alguns pontos de vista até... Quem não muda né? E acho que expressar nossas opiniões é essencial para o nosso crescimento pessoal. Enfim...


Se alguém quiser comentar o seu ponto de vista aqui, sendo conivente com o meu ou não, vou ficar super feliz.


Beijos,

Gaby

2 comentários:

  1. Gaby esse é um assunto que realemnte vem levantando muitas discussões por aí... Há 15 dias atrás algumas pessoas vieram falar comigo sobre isso e realmente parece que estamos vivendo a época do "vitrinismo" (sic) e onde muitas meninas parecem clones.
    Como vc mesma escreveu, cada uma tem seu estilo, sua personalidade e isso deve ser respeitado, mas infelizmente vivemos num mundo/sociedade que para as pessoas serem aceitas precisam estar grifadas ou usar as "it roupas" do momento.
    É engraçado que fora do Brasil os "fashiniostas" são mais tranquilos com relação a isso e sabem dosar esse "boom" de informação e de tendências.
    Gostei demais desse vídeo, semana passada assisti ao vivo e no dia seguinte tb vi pelo youtube e realmente é de despertar uma auto-avaliação sobre o ser(eu) e a moda.
    A moda é tão democrática, livre então por que vivermos amarrados? Enfim, sempre penso em fazer um post sobre isso e cada vez que leio mais me incentiva mais a escrever.

    Parabéns lindona pelo post viu!!!

    Beijossss

    www.tambau247.com.br/namoda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho nem o que dizer, Faby. Arrasou no comentário!!!!
      obg obg obg!
      Beijoss

      Excluir